Que tipo de base devo usar?

Em pó, líquida ou BB cream? A base deve ser do tom de pele ou um pouco mais escuro? A What’s On falou com a Marketing Manager da Douglas para esclarecer estas e outras dúvidas comuns sobre as bases de rosto.

Comecemos por explicar o produto em si: a base é um produto usado para garantir ao rosto uma cobertura homogénea, “quase que fazendo do nosso rosto uma ‘ tela’ , para que posteriormente se aplique convenientemente a maquilhagem que se pretende”, como explica Liliana Batalha. Além desta principal função, as bases também “protegem a pele contra influências ambientais prejudiciais e proporcionam hidratação”.

Mesmo com estes cuidados com que as bases hoje em dia contam, antes de aplicar o produto deve preparar a sua pele, fazendo um ritual de beleza: “limpar, tonificar, hidratar, aplicar o primer e só depois a base” é o que aconselha a Marketing Manager da Douglas.

A escolha deste produto varia de pessoa para pessoa e deve ter em conta vários factores

A escolha deste produto varia de pessoa para pessoa e deve ter em conta vários factores, só assim se poderá aproximar da base ideal para si. No entanto, e como refere Liliana Batalha, “só experimentando é que poderemos ter a certeza que determinada base funciona no nosso rosto”.

Tenha em atenção o tipo de pele (se é oleosa, seca ou mista) e tom ideal da base, tendo em conta o tom do seu rosto. Na Douglas existem beauty advisers que lhe podem ajudar nesta escolha. Ainda assim, “poderá ser um bom exercício observar a sua pele e perceber se tem um fundo mais amarelo, mais rosado (quente), acastanhado (neutro-quente) ou neutro, de forma a escolher o tom ideal”, refere Liliana Batalha.

E se o tom é importante na escolha da base mais indicada para si, também o é no verão, quando a tez altera a cor pelo bronzeado, por isso a base que usamos no inverno não deve ser a mesma que usamos no verão.

Além do tom da pele, é importante que conheça também as necessidades do seu rosto. Como explica a Marketing Manager, “se tiver uma pele sensível, talvez seja necessário uma base sem perfume ou no caso de uma pele mais para oleosa, escolher uma base oil-free.”

Para qualquer um destes casos, Liliana Batalha explica que o processo de colocação da base deve ser sempre feito a partir do centro rosto e em direção ao exterior, “sem esquecer de abastecer a zona dos olhos”.

Para garantir que aplica o produto na quantidade certa, use um pincel para rosto ou uma esponja e vá abastecendo o rosto de forma a que não fique com um aspeto de máscara e a pele não fique com manchas.

Esclarecidas todas as dúvidas sobre a base, resta apenas a grande questão: devemos usar base todos os dias? Quanto a isso, A Marketing Manager da Douglas refere que “hoje em dia as bases já contam com elementos que ajudam em problemas específicos de pele como vermelhidões, imperfeições, algumas previnem e tratam rugas e quase todas protegem do sol”, por isso, o seu uso diário não é incompatível “salvo excepções que devem ser medidas por quem as está a utilizar”.

Na Douglas, a variedade de bases é grande. Há bases com diferentes tons e texturas, para todos os tipos de pele e maquilhagem. Carregue na imagem para ficar a conhecer alguns dos produtos que a marca recomenda aos seus clientes.

Publicação
06 de Maio de 2016
Categorias
Moda
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço