O NOS Primavera Sound abalou o Porto

A quinta edição do NOS Primavera Sound decorreu no Parque da Cidade do Porto, de 9 a 11 de Junho. O cartaz contou com nomes sonantes como Brian Wilson, PJ Harvey, Sigur Rós, Air, Animal Collective e Beach House.

Depois de Barcelona, foi a vez de o Porto receber o Primavera Sound 2016. O festival decorreu como habitualmente no Parque da Cidade e contou com quatros palcos – NOS, Super Bock, Ponto (anteriormente conhecido como palco APT) e Pitchfork –, por onde passaram cerca de 50 bandas, de 9 a 11 de junho.

Os primeiros concertos começaram no Palco NOS pelas 17h55. Os U.S. Girls fazem as honras da casa e estreiam a sequência, Cass McCombs abrem o segundo dia e os portugueses Linda Martini estarão no terceiro e último dia.

Para além da presença do duo francês Air, autores de trabalhos como “Moon Safari” ou “Playground Love”, a banda sonora de “As Virgens Suicidas”, destacam-se outros como a mítica PJ Harvey e o rock sonhador e experimental dos islandeses Sigur Rós, para além de Brian Wilson num concerto especial do histórico “Pet Sounds”.

A estes, juntaram-se nomes de um panorama musical mais atual, o “dream pop”, com os norte-americanos Beach House, que voltaram ao Porto depois de terem os espetáculos em Novembro esgotados. Houve ainda o regresso ao pop dos Animal Collective, o post rock dos Explosions In The Sky, a apresentação do novo álbum dos alemães Moderat, os Deerhunter liderados por Bradford Cox; Ty Segall and The Muggers e Julia Holter.

Também houve espaço para sonoridades nascidas na década de noventa, onde se destacam a banda de hardcore Drive Like Jehu, os Dinosaur Jr., os Tortoise, Mudhoney, o noise metal dos lendários Unsane, os Loop e os Shellac, entre muitos mais.

Publicação
09 de Junho de 2016
Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço