Futah: a história por detrás das toalhas cool

São leves, maleáveis, duradouras e, claro, lindas de morrer! Conheça aqui as toalhas de praia do momento e perceba o burburinho em torno delas.

Têm um nome estranho mas têm carimbo português. As toalhas Futah foram pensadas pelas irmãs Mariana e Catarina Cunha, em conjunto com um primo, em plena Tunísia. “A ideia surgiu numa viagem de primos”, explicou-nos Joana Tomé, sales manager desde o início deste projeto, “e teve por base as típicas toalhas árabes”. “O objetivo era criar uma toalha com um design exclusivo, totalmente em algodão, que fosse muito mais leve e secasse muito mais depressa do que as que tínhamos em Portugal”. Pois bem, missão cumprida!

Baseando-se na arte ancestral que dá origem às “foutas” (nome das tradicionais toalhas árabes), as irmãs Cunha decidiram aperfeiçoá-la, quer na confeção quer no design. Em relação aos materiais, a resposta foi simples: mais qualidade. A pesquisa que antecedeu o lançamento da marca levou à utilização exclusiva de algodão numa gramagem mais leve, o que abriu caminho a uma toalha maleável, prática, absorvente e resistente. Por sua vez, o design é pensado e alterado periodicamente, com padrões novos e inspiradores, sempre geométricos e muitas vezes tribais; as cores variam muito, para que cada pessoa encontre a peça ideal para si.

Cinco anos depois do nascimento da ideia original, as irmãs Cunha conseguiram levar a marca – e com ela a cultura portuguesa do sol e da praia – aos cinco continentes, já que a Futah está hoje presente em países tão distintos como o Brasil, a Austrália, o Dubai ou a Alemanha, entre tantos outros.

Percorra a galeria para ficar a conhecer a mais recente campanha da marca! E para ver cada peça ao vivo e testemunhar a sua singularidade, basta passar pelo quiosque que a marca abriu, no piso 0, na Praça Central. 

Categorias
Moda
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço