Cinema: estreias da semana

Um grupo de super-vilões é a esperança para salvar o dia, em “Esquadrão Suicida”, e Mila Kunis, Kristen Bell Kathryn Hahn são um trio de mães que querem libertar-se do stress a todo custo, numa divertida comédia.

Quem disse que o mundo só precisa de super-heróis? Uma equipa formada por anti-heróis da DC Comics – como o Deadshot (Will Smith) ou a Arlequina (Margot Robbie) –, e vilões da pior espécie, foi recrutada pela A.R.G.U.S, entidade governamental encabeçada por Amanda Waller (Viola Davis). A importante missão destes infames visa acabar com uma entidade misteriosa e aparentemente impossível de aniquilar em “Esquadrão Suicida”.

Outra novidade em exibição é “Mães à Solta”, uma comédia divertida onde um grupo de mães perfeitas reclama a há muito merecida dose de liberdade. Há quem lhes chame de más mães, mas estas apenas querem chamar uma baby-sitter, vestir umas calças confortáveis e beber um copo de Chardonnay…

Veja aqui todas as estreias da semana no cinema:

Esquadrão Suicida 

Um grupo dos piores criminosos encarcerados é libertado e recrutado para uma missão que nenhum homem normal conseguiria superar. Quando os membros desta equipa improvável percebem que não foram escolhidos para vencer, mas sim para falharem, terão de decidir se vão até o fim.

O filme de David Ayer conta com Viola Davis, Will Smith, Jared Leto, Margot Robbie, Joel Kinnaman, Cara Delevingne e Jesse Eisenberg nos principais papéis.

Mães à Solta 

A comédia “Mães à solta” conta a história de Amy (Mila Kunis), uma mulher com uma vida aparentemente perfeita, mas que se sente exausta e prestes a explodir quando começam a exigir cada vez mais dela. Com ela, duas outras mães (interpretadas por Kristen Bell e Kathryn Hahn) decidem libertar-se e ir contra a chefe da associação de pais da escola dos filhos.

O filme é de Jon Lucas e Scott Moore, os autores de “A Ressaca”.

Race: 10 Segundos de Liberdade 

Jesse Owens é um atleta negro que compete nos jogos Olímpicos de 1936, período em que impera a visão da supremacia ariana de Adolf Hitler. Ao chegarem a Berlim para competir, Jesse e os seus colegas, vão entrar num campo cheio de racismo.

O filme “10 Segundos de Liberdade”, de Stephen Hopkins, aborda os preconceitos raciais da época em Depressão e os elevados padrões da competição olímpica.

One More Time With Feeling 

“One More Time With Feeling” é o documentário sobre Nick Cave & The Bad Seeds que estreia nos Cinemas Nos Lusomundo, segunda-feira dia 8 de agosto, imediatamente antes do lançamento de “Skeleton Tree”, o 16º álbum e mais recente trabalho da banda. Esta é uma boa oportunidade para conhecer a disco de antemão e ver todo o trabalho de bastidores. A produção é realizada por Andrew Dominik.

Publicação
04 de Agosto de 2016
Categorias
Cultura
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço