Cardio em jejum, posso fazer?

Todos aquele que seguem afincadamente o mundo do fitness decerto já ouviram uma vez ou outra falar acerca dos treinos em jejum, e da mesma forma que os ouviram, deverão ter ficado com algumas duvidas na cabeça do género fará mal?, será realmente benéfico?, será que resulta? e obviamente a mítica pergunta será que não vou cair para o lado a meio do treino? Pois bem, vamos lá tentar tirar algumas dúvidas da vossa cabeça, para que possam decidir por vocês mesmos se é realmente aquilo que precisam nos vosso treinos.

Em primeiro lugar, este tipo de treino não é para todos, pois certo tipo de problemas de saúde podem originar dissabores se treinar em jejum e em segundo lugar o jejum ao qual nos referimos é o jejum ao acordar.

O cardio em jejum é utilizado há já bastante tempo e baseia-se no facto das reservas de açúcar estarem baixas e pelo facto de não termos comido nada o nosso corpo começar a queimar gordura de forma mais rápida visto que, ao não utilizar hidratos de carbono como principal combustível, vai utilizar a gordura armazenada.

No entanto, este tipo de treino é algo que para muitos ainda é um género de tabu, visto que os especialistas na matéria entram diversas vezes em discórdia relativamente ao assunto.

E porque “até” pode ser que este tipo de treino funcione comigo?

Porque após uma noite de sono reparador e de passarmos a noite em jejum temos alguns fatores que facilitam na queima da gordura como tal o facto de ao acordarmos termos os níveis de açúcar baixos e obrigarmos o corpo a ir buscar energia à gordura que temos no corpo, o facto de termos os níveis de insulina baixos que origina que o nosso corpo mova mais facilmente a gordura e a queime e ainda o facto de, ao acordar, os níveis de hormônio de crescimento estarem elevados visto que este é produzido durante o sono.

Obviamente, e como referi anteriormente, este treino não é para todos e nem resulta com todos, pois tudo tem a ver com o tipo de treino praticado e obviamente o modo como o nosso corpo reage a este tipo de treino. De referir que não é um tipo de treino que devam repetir sem haver logicamente algo a pagar, pois o nosso corpo consome açúcar de forma preferencial para produzir energia, e na falta desta fonte de energia ele obriga-se a produzir corpos cetónicos e, ao repetirmos muitas vezes o cardio em jejum, podermos originar a cetose, que é uma elevada acidez sanguínea.

Em suma, poderá ser um treino benéfico para alguns e não trazer grandes benefícios para outros.

Devemos aprender a ler o nosso corpo, pois ele vai-nos explicar aquilo que estamos ou não estamos a fazer bem. Este tipo de treino poderá sim trazer benefícios se for devidamente orientado por especialistas e efetuado por quem já possui alguma preparação física, pois é um treino que vais exigir um esforço considerável de nós e claro que nem todos nós somos pessoas matinais, pois nem todos reagimos da mesma maneira às manhãs.

De qualquer modo, em jejum ou depois de um pequeno-almoço nutritivo, não devem parar, devem levantar-se da cadeira ou do sofá e fazer exercício.

Partilhar