8 truques para não desistir da dieta

Estar de regime não significa passar fome, nem tão pouco sofrer. Basta assimilar alguns truques. Saiba como se pode manter fiel a esta resolução de ano novo.

Agora que já terminou o primeiro mês de 2017 é tempo de fazer o primeiro balanço em relação a uma das resoluções de ano novo: emagrecer! Se os resultados não são os esperados e acha que está aquém dos objetivos traçados, não desespere. E, sobretudo, não desista. É que fazer dieta não tem de ser sinónimo de tortura.

Sabemos que a ideia de “para o ano é que é” já lhe deve ter passado pela cabeça.

E sabemos que nem sempre é fácil manter uma dieta rigorosa quando ainda falta tanto tempo para o verão e os resultados tardam em aparecer, mas não queremos que deixe esta resolução de lado tão cedo no ano.

Por isso, decidimos ajudar e falámos com uma nutricionista em busca de dicas que nos ajudem a manter uma dieta, mesmo nos dias em que só nos apetece fazer disparates. O objetivo é mostra-lhe como pode continuar a levar a cabo a sua resolução de ter um estilo de vida mais saudável, sem passar o dia a sofrer com a decisão.

A nutricionista Filipa Morgado diz-lhe como. Basta seguir algumas as dicas:

  1. Não passe fome

A sensação constante de estômago vazio conduz, por si só, à desmotivação. Ninguém vive bem e feliz com fome! Tente fazer 5/6 refeições diárias, nunca prescindindo dos lanches: são eles que evitam que coma em excesso às refeições principais e que ajudam a manter o equilíbrio. Em suma, são eles que evitam que passe fome.

2. A pressa é inimiga da perfeição

Um mês não é suficiente para estabelecer um novo estilo de vida. Depois de impostos, os hábitos saudáveis têm de ser assimilados e mantidos, e isso demora cerca de três meses. Resumindo: há que ser paciente e persistente, mentalizando-se que a dieta se faz por degraus e que os resultados requerem tempo.

3. Varie os sabores

Não caia no erro de comer sempre o mesmo, sobretudo às refeições principais. O segredo para tornar a dieta mais interessante passa por incluir novos sabores e novas formas de confeção.

4. Aposte em alimentos de que mais gosta

De entre todos os alimentos considerados saudáveis, tem certamente os seus preferidos, e a regra é apostar neles. E aventurar-se a descobrir novos, que vão permitir-lhe variar e, consequentemente, derrotar a “monotonia”.

5. Programe as refeições

Estabelecer um plano semanal de refeições, comprando previamente todos os ingredientes, é meio caminho andado para não “aldrabar” a dieta (para além de ter um maior controlo sobre o orçamento!). E para que o argumento falta de tempo deixe de ser válido. E nem sequer precisa de eleger um dia – normalmente o domingo –para a malfadada maratona de cozinhados (um para cada dia da semana). Basta saber o que a dieta dita que se coma no dia seguinte e deixar tudo previamente organizado e pronto a ser cozinhado (até porque os alimentos sabem melhor quando confecionados na hora!).

6. Solidariedade familiar

Comer um prato saudável enquanto as pessoas à nossa volta se deliciam com uma qualquer iguaria ultracalórica é, no mínimo, frustrante, e torna tudo mais difícil. O segredo é cozinhar o mesmo para toda a família, incutindo a ideia de que “todos ficam a ganhar!”.

7. Coma de tudo

Regra básica de qualquer dieta: não achar que se está a fazer dieta! E, tão pouco, tentar levar a cabo uma daquelas impossíveis de realizar (muito menos de manter uma vida inteira!). Com as devidas limitações impostas pela definição de “saudável”–também influenciada pela quantidade que se ingere –, o ideal é ter uma alimentação o mais normal possível, com todo o tipo de alimentos. A regra é pensar que da forma como se está a fazer, é possível fazer a vida inteira. Os resultados não vão ser imediatos, podem até tardar, mas vão ser mais facilmente prolongados.

8. O dia da “asneira” existe!

Ou o do “à vontade”, como preferir! Durante seis dias é preciso cumprir, mas saber que há um dia livre, em que tudo pode ser normal, é como ver a luz ao fundo do túnel (sobretudo no início!). À medida que o novo estilo de vida for ficando mais enraizado, esse dia vai tornar-se cada vez mais insignificante.

Categorias
Vida Saudável
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço